Pular para o conteúdo principal

Choose Your Language - by Google

Sobre a Forja

A Forja não é um site oficial de notícias, embora se valha de reportagens fidedignas como principal fonte de suas análises.


Forja de Hefestos Logotipo estilizadoA #Forja pretende compartilhar uma visão diferenciada dos principais assuntos de nosso cotidiano, procurando abordar os aspectos inusitados ocultos nas entrelinhas das notícias mais quentes dos últimos tempos.

Seguindo tendências modernas, foram tomadas várias ações a fim de tornar este espaço o mais interativo possível, no que serão sempre bem vindos comentários e opiniões que possam acrescentar ao conteúdo de nossa Fundição de Notícias.

Fiquem à vontade para opinar, expondo opiniões, comentando, avaliando e recomendando os artigos aqui publicados sempre que julgarem oportuno. Entrem em contato conosco.

Paulo Gomes Editor da Forja de hefestosPaulo Gomes, é aquaviário da seção de máquinas formado pela Marinha Mercante do Brasil. no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA). Trabalhou no transporte marítimo, embarcado em navios petroleiros e ultimamente prestava serviços à construção naval como inspetor de qualidade, no comissionamento de máquinas e equipamentos.

Seguindo uma linha filosófica pautada no agnosticismo, tem por hábito a desconfiança e por mérito o sentido agudo da observação dos fatos.

A Forja é principalmente um Blog feito para quem tem opinião.
Sejam todos bem-vindos ao forno da #ForjadeHefestos.

Email: pccarmari@gmail.com


Calorosamente, Paulo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Economia - O Conto do Vigário

Ninguém sabe ao certo como começou nem a origem do nome. Mas quase todo mundo sabe como funciona o Conto do Vigário. Alguém aparece com a promessa de lucro mirabolante. E tudo o que se tem de fazer é um pequeno investimento para levar uma grande vantagem. O folclore popular conta a história de um vigarista que, há muito tempo, convenceu uma rica família carioca de que seria procurador dos herdeiros do francês que projetou o Cristo Redentor. E vendeu o para os ricaços, prometendo que eles passariam a ter os direitos sobre a visitação da estátua.

Economia - O Brasil e a Construção Naval

Em setembro de 1997 o BNDS expediu um relatório que pretendia expor as razões da derrocada da atividade de Construção Naval no país que fez com que caíssemos da 2ª posição no ranking mundial, e 1ª na América Latina, deixando mesmo de figurar entre os 20 países melhor colocados. O conhecimento de tal relatório é de importância fundamental para os que querem entender em que pé nos encontramos agora que retornamos ao cenário mundial e levantamentos indicam que ocupamos a 6ª posição no ranking. 
Porque, apesar de ter sido elaborado há quase 20 anos, o relatório traz informações aplicáveis a atual conjuntura. Entre outras coisas ressalta-se a certeza de que não aprendemos nada com os erros do passado. Continuamos a apostar no protecionismo  e no comprometimento do Estado em prol da incapacidade administrativa dos donos de Estaleiros e Armadores nacionais. Com resultados bastante previsíveis.

Opinião - Cleptomania Não É Crime

Comecemos pelo óbvio. Embora a cleptomania não seja um crime, pode levar as pessoas a cometer um crime tipificado no código penal. Dependerá de um juiz aceitar ou não a alegação do distúrbio como atenuante, mas o fato é que, uma vez que a pessoa roube, ela cometeu um crime. Então vamos repetir para não perder o fio da meada: cleptomania não é crime, mas o ato de roubar mesmo quando provocado pela compulsão é.