Pular para o conteúdo principal

Choose Your Language - by Google

Sobre a Forja

A Forja não é um site oficial de notícias, embora se valha de reportagens fidedignas como principal fonte de suas análises.


Forja de Hefestos Logotipo estilizadoA #Forja pretende compartilhar uma visão diferenciada dos principais assuntos de nosso cotidiano, procurando abordar os aspectos inusitados ocultos nas entrelinhas das notícias mais quentes dos últimos tempos.

Seguindo tendências modernas, foram tomadas várias ações a fim de tornar este espaço o mais interativo possível, no que serão sempre bem vindos comentários e opiniões que possam acrescentar ao conteúdo de nossa Fundição de Notícias.

Fiquem à vontade para opinar, expondo opiniões, comentando, avaliando e recomendando os artigos aqui publicados sempre que julgarem oportuno. Entrem em contato conosco.

Paulo Gomes Editor da Forja de hefestosPaulo Gomes, é aquaviário da seção de máquinas formado pela Marinha Mercante do Brasil. no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA). Trabalhou no transporte marítimo, embarcado em navios petroleiros e ultimamente prestava serviços à construção naval como inspetor de qualidade, no comissionamento de máquinas e equipamentos.

Seguindo uma linha filosófica pautada no agnosticismo, tem por hábito a desconfiança e por mérito o sentido agudo da observação dos fatos.

A Forja é principalmente um Blog feito para quem tem opinião.
Sejam todos bem-vindos ao forno da #ForjadeHefestos.

Email: pccarmari@gmail.com


Calorosamente, Paulo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Economia - Estaleiro Mauá, Ainda Não é o Fim

Crise do setor naval é mais caótica do que possa parecer
Como você se sentiria se pudesse abrir uma empresa onde não fosse obrigado a investir em novas tecnologias? Onde não fosse preciso buscar a diversificação ou novas metodologias de trabalho, nem buscar o aperfeiçoamento da gestão empresarial, nem nada disso de que depende a sobrevivência das grandes empresas? Se você pudesse continuar a cometer os mesmos equívocos que no passado levaram empresas no mesmo ramo a fechar as portas e mesmo assim continuasse contar com crédito ilimitado no mercado, não importando o quão primários fossem os erros empresarias cometidos? E mesmo assim continuasse a ter prioridade em contratos milionários com a maior empresa estatal brasileira, sem o risco de ser incomodado pela concorrência de empresas estrangeiras? Provavelmente você julgaria ter alcançado o paraíso comercial.
Pois é exatamente assim que se sentem os donos de estaleiros navais. Não importa o que eles façam de suas empresas ou quantos erro…

Opinião - Cleptomania Não É Crime

Comecemos pelo óbvio. Embora a cleptomania não seja um crime, pode levar as pessoas a cometer um crime tipificado no código penal. Dependerá de um juiz aceitar ou não a alegação do distúrbio como atenuante, mas o fato é que, uma vez que a pessoa roube, ela cometeu um crime. Então vamos repetir para não perder o fio da meada: cleptomania não é crime, mas o ato de roubar mesmo quando provocado pela compulsão é.

Jornalismo - O "X" do Triplex

"- Fala companheiro, Tudo tranquilo?
- Você falou de um esquema...
- Ah, tá. É o seguinte... Sabe a Cooperativa? Então. Eu vou mandar construir um prédio inteiro só pra gente... Isso... pra diretoria... Em Guarujá. Você vai ficar com a cobertura, claro."
...
"É... Ninguém precisa pagar nada. Vou cobrar cota extra dos bancários. Eu dou os papéis de 'cotas' pra vocês, assino uns recibos e, para todos os efeitos, vocês são cooperados. Mas tem que declarar, senão vai sujar... Vou passar as mais baratas, só para constar. Não tem erro."