Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

Choose Your Language - by Google

Jornalismo - Maus Exemplos

Na medida em que a crise econômica justifica a demissão de bons profissionais, aumenta cada vez mais o exercício do mau jornalismo. "Um passarinho me contou". É com esta justificativa que o jornalista Bruno Ferrari, colunista da Revista Época publicou um artigo em sua coluna "Experiências Digitais". O artigo é ilustrado por uma foto evidentemente tirada no Japão, mas fala de um caso alegadamente ocorrido em São Paulo. A foto é um sinal evidente de que o corpo da matéria foi construído em frente ao computador com ajuda do buscador de Imagens da Google. O artigo não trás referência a um boletim de ocorrências, nem declarações das pessoas envolvidas e sequer cita o direito de defesa dos acusados. Incorre assim numa série de erros que estão se tornando comuns na prática jornalistica.

O caso noticiado poderia até mesmo ter ocorrido. Mas na medida em que o repórter faz a defesa reiterada de uma das partes envolvidas em outras de suas matérias veiculadas nesta mesma colun…

Economia - Estaleiro Mauá, o Fim

“En las Crisis es donde están las grandes oportunidades” Germán Efromovich Errei meu último prognóstico. Acreditava que o Estaleiro Mauá ainda pudesse ter uma chance de continuar. Que a chantagem sobre o governo quanto ao número crescente de desempregados no estado do Rio de Janeiro e no país ainda fosse prevalecer. Mas a avalanche provocada pela ação coletiva levada adiante pelo Ministério Público do Trabalho, com o apoio do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói (outra surpresa para mim), tornou insustentável a manutenção do estaleiro. Ao fim, aconteceu o que o dono queria.
Indústria naval no Brasil só é um bom negócio quando a Petrobrás está bem e não tem ninguém inspecionando seus gastos. Fora isso, é um péssimo negócio. É ruim construir navios sabendo que, nem de longe, os navios construídos podem competir com aqueles feitos em países que levaram a sério o mercado da construção naval.

Eu sei o que estou falando. Trabalhei no controle de qualidade do mais tradicional dos estaleiros …

Jornalismo - A Pauta é Responsabilidade

"Grandes poderes trazem grandes responsabilidades" (Ben Parker - The Amazing Spider Man #1, 1963)   Muito se tem discutido os limites da liberdade de expressão. Fala-se inclusive que se há que se impor limites ao que possa ser expresso, então não há uma verdadeira liberdade no sentido lato da palavra. Por outro lado o comportamento ético, no contexto de uma democracia de fato, exige que a cada direito deva proceder um dever equivalente. Não há direitos sem deveres. Se todos temos o direito de ter respeitado o caráter moral do indivíduo pela presunção da idoneidade, e daí se poder questionar judicialmente a quem publique falsidades a nosso respeito, o cidadão comum tem o dever de não proferir calúnias contra terceiros quando expressam suas opiniões, tendo por sua vez o próprio direito respeitado pelo princípio da reciprocidade.

Literatura - A Forja Irônica

Ricardo Pasqual
A Forja Irônica
Repousado …de olhos semiabertos…vislumbrando o livro que deveria  estar lendo… Pensamentos  turbilham em meio à frágil linha entre o sono e despertar…entre a realidade e mundo onírico… será que minhas tentativas de não amargar pelas paredes encardidas de meu espírito se tornarão infrutíferas? Todo dia, no ensaio de esconder a aspereza da minha alma, visto a máscara da felicidade… do sorriso interminável… da alegria espontânea… da despreocupação aparente… Ahhh!  Se soubessem… que essa máscara está cada vez mais difícil de carregar, que tenho ânsia de arremessá-la para o mais longe de mim,  que minhas angústias escorrem e transbordam por detrás do júbilo em minha face… se soubessem… Ser ou não ser… às vezes penso que seria  melhor não ser… parar de envenenar –me aos poucos e tomar por fim o gole fatal do cálice de cicuta… covardia? Talvez… talvez mais covarde seja “suportar os males que já temos, a fugirmos pra outro que desconhecemos” no fim, a mera  “ref…

Política - O Cérebro por Trás do Esquema

Com um atraso de mais de dez anos, começa a ser desmantelado o esquema de corrupção que deu origem ao Mensalão a partir da revogação da liberdade condicional de seu mentor intelectual Finalmente, podemos dizer que o Mensalão acabou. A prisão de José Dirceu decretada nesta segunda-feira, está baseada em subsídios suficientes para desmontar completamente o esquema que sustentou o maior caso de corrupção deste século. Ainda falta alguém se dispor a investigar a todos que de fato receberam pagamento para votar a favor do governo.

Afinal, se o Mensalão foi proposto para obter a maioria dos votos na Câmara e no Senado estamos falando de no mínimo 258 deputados federais e 41 senadores.