Pular para o conteúdo principal

Choose Your Language - by Google

Política - O Maior Inimigo do Governo

O povo culto é realmente o maior inimigo de um governo?

Conhecimento é inimigo dos políticos
Para que esta frase frequentemente atribuída a Jô Soares (se bem que já foi citada por outras pessoas em outros sítios da internet, inclusive em Portugal) não passe de um axioma improvável (me perdoem o pleonasmo), precisamos desenvolver um raciocínio que lhe dê alguma legitimidade. A recíproca da afirmação deveria ser provável. O governo, por exemplo, teria de inimigo do povo culto e fazer o possível para minimizar senão erradicar sua existência no país. Por outro lado o governo também teria os ignorantes como seus melhores aliados. Uma análise destas duas possibilidades talvez nos leve à conclusão sobre a veracidade ou não, daquela afirmação.



O Governo é o maior inimigo do povo culto?

A primeira indicação de um governo que veja o povo culto como um inimigo a ser anulado, seria colocar à frente da pasta da educação um inepto cercado de ignorantes. Aliás tal Ministro da Educação nem precisaria ser alguém com má formação intelectual e administrativa. Bastaria ser alguém alinhado com os propósitos e os planos de um governo que assumisse o povo culto como seu inimigo. Neste caso a prerrogativa de cercá-lo de gente ignorante, que só diga sim aos seus prováveis desmandos à frente da pasta, não poderia ser descartada.
Um governo assim deveria incentivar uma política de educação que não prestigiasse a qualidade da educação e menos ainda a de seus educadores. No entanto ainda teria de dar satisfação às exigências de resultados ditados pelos índices de avaliação do ensino. Daí surgiriam as verdadeiras ginásticas de um didatismo retrógrado e fracassado, que incluíssem a aprovação automática de alunos mal formados, culminando num sistema de bolsas e cotas que franqueassem o acesso destes docentes mal formados a universidade.

Como resultado disso, órgãos de pesquisas sérios como o IBGE poderia vir à público, numa perspectiva otimista, anunciar que cerca de 38% dos universitários fossem analfabetos funcionais. Uma perspectiva otimista porque o IBOPE que usa o sistema do INAF, poderia alegar que os números chegassem a 50% de universitários que não conseguem compreender o que leem (sim, que leem, mas não entendem o que está escrito).

Juntando estas premissas talvez tivéssemos motivos para crer que um governo pudesse considerar o povo culto como seu maior inimigo.

Em nosso próximo artigo sobre #Educação pretendemos avaliar as implicações de um governo que pudesse considerar o povo ignorante como seu melhor aliado. Seria possível tal situação?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Economia - Estaleiro Mauá, Ainda Não é o Fim

Crise do setor naval é mais caótica do que possa parecer
Como você se sentiria se pudesse abrir uma empresa onde não fosse obrigado a investir em novas tecnologias? Onde não fosse preciso buscar a diversificação ou novas metodologias de trabalho, nem buscar o aperfeiçoamento da gestão empresarial, nem nada disso de que depende a sobrevivência das grandes empresas? Se você pudesse continuar a cometer os mesmos equívocos que no passado levaram empresas no mesmo ramo a fechar as portas e mesmo assim continuasse contar com crédito ilimitado no mercado, não importando o quão primários fossem os erros empresarias cometidos? E mesmo assim continuasse a ter prioridade em contratos milionários com a maior empresa estatal brasileira, sem o risco de ser incomodado pela concorrência de empresas estrangeiras? Provavelmente você julgaria ter alcançado o paraíso comercial.
Pois é exatamente assim que se sentem os donos de estaleiros navais. Não importa o que eles façam de suas empresas ou quantos erro…

Opinião - Cleptomania Não É Crime

Comecemos pelo óbvio. Embora a cleptomania não seja um crime, pode levar as pessoas a cometer um crime tipificado no código penal. Dependerá de um juiz aceitar ou não a alegação do distúrbio como atenuante, mas o fato é que, uma vez que a pessoa roube, ela cometeu um crime. Então vamos repetir para não perder o fio da meada: cleptomania não é crime, mas o ato de roubar mesmo quando provocado pela compulsão é.

Jornalismo - O "X" do Triplex

"- Fala companheiro, Tudo tranquilo?
- Você falou de um esquema...
- Ah, tá. É o seguinte... Sabe a Cooperativa? Então. Eu vou mandar construir um prédio inteiro só pra gente... Isso... pra diretoria... Em Guarujá. Você vai ficar com a cobertura, claro."
...
"É... Ninguém precisa pagar nada. Vou cobrar cota extra dos bancários. Eu dou os papéis de 'cotas' pra vocês, assino uns recibos e, para todos os efeitos, vocês são cooperados. Mas tem que declarar, senão vai sujar... Vou passar as mais baratas, só para constar. Não tem erro."